quem precisa de etias

Quem precisa de ETIAS? Veja quem deve solicitar e como vai funcionar

O ETIAS é a nova autorização de viagem que será exigida a partir de 2023 para os turistas com destino a Europa. Saiba tudo sobre quem precisa de ETIAS, como solicitar, quanto custa e outras informações úteis para sua viagem.

O que é o ETIAS?

A sigla ETIAS significa European Travel Information and Authorisation System, e será a nova autorização de viagem para visitar os países da Zona Schengen na Europa.

Ela deverá ser solicitada por turistas dos países que atualmente não precisam de visto para entrar na Zona Schengen.

A medida foi proposta pelo Conselho da União Europeia com o objetivo de aumentar a segurança dos países, sobretudo após os casos de terrorismo na Europa.

Com o sistema eletrônico do ETIAS, o governo consegue analisar com antecedência o perfil dos viajantes. Isso facilita a proibição de pessoas consideradas perigosas. Além disso, com o ETIAS, os governos poderão acompanhar o trânsito dos viajantes nos países europeus.

Quando o sistema entrar em vigor, quem precisa de ETIAS continuará viajando pela União Europeia sem visto. A única diferença é que os viajantes deverão solicitar a autorização ETIAS antes do embarque.

É importante destacar que o ETIAS é apenas uma autorização de viagem. Sendo assim, não garante os mesmos direitos que o visto de permanência oferece. Ou seja, quem precisa viajar por um período maior que 90 dias precisará ir até um consulado e solicitar um visto Schengen.

quem precisa de ETIAS sao cidadaos de 63 paises

Quem precisa de ETIAS?

Em geral, quem precisa de ETIAS são os turistas dos países que hoje não exigem visto para entrar nos países da Zona Schengen. Ainda, a autorização é destinada para viagens turísticas, profissionais ou traslados com duração máxima de 90 dias.

Também é importante lembrar que não há limite de idade para solicitar a autorização. Assim, todos os viajantes, sejam bebês ou idosos, precisarão apresentar o ETIAS no momento do desembarque na Europa.

No entanto, existirá uma isenção de pagamento para os menores de 18 anos.

Países que precisam solicitar o ETIAS

Como mencionado acima, quem precisa de ETIAS são os cidadãos dos países que podem entrar na Europa sem visto. Veja abaixo a lista dos 62 países que precisam solicitar o ETIAS:

  • Argentina;
  • Albânia;
  • Austrália;
  • Antígua e Barbuda;
  • Bahamas;
  • Bósnia e Herzegovina;
  • Barbados;
  • Brunei;
  • Brasil;
  • Canadá;
  • Colômbia;
  • Chile;
  • Costa Rica;
  • Dominica;
  • El Salvador;
  • Geórgia;
  • Guatemala;
  • Granada;
  • Honduras;
  • Região Administrativa Especial de Hong Kong ;
  • Israel;
  • Kiribati;
  • Japão;
  • Região Administrativa Especial de Macau;
  • Malásia;
  • Ilhas Marshall;
  • Maurícia;
  • Micronésia;
  • México;
  • Montenegro;
  • Moldova;
  • Nauru;
  • Nova Zelândia;
  • Nicarágua;
  • Macedônia do Norte;
  • Palau;
  • Paraguai;
  • Panamá;
  • Peru;
  • São Cristóvão e Nevis;
  • São Vicente;
  • Santa Lúcia;
  • Samoa;
  • Sérvia;
  • Cingapura;
  • Ilhas Salomão;
  • Coreia do Sul;
  • Taiwan ;
  • Timor Leste;
  • Trindade e Tobago;
  • Tonga;
  • Tuvalu;
  • Ucrânia;
  • Estados Unidos da América;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Uruguai;
  • Vanuatu;
  • Venezuela.

Entenda como funciona o ETIAS para brasileiros e planeje sua viagem.

Tenho o Visto Schengen: preciso solicitar o ETIAS?

Os viajantes que possuem um visto Schengen não são obrigados a solicitar o ETIAS. Afinal, o turista já foi avaliado pelo Consulado e não é considerado uma ameaça para os países europeus.

Nesse caso, o viajante deve apresentar o visto às autoridades da fronteira para entrar nos países da Zona Schengen.

Quando o ETIAS será obrigatório?

O ETIAS será obrigatório para os viajantes a partir de 2023. Mas, a previsão é que ele entre em vigor em 2022, com um ano de período transitório para que viajantes e autoridades de imigração se adaptem ao novo sistema.

Por esse motivo, os brasileiros com viagem marcada para a Europa nesse período devem solicitar a autorização com antecedência.

Após ser aprovado, o ETIAS será válido por três anos ou até o final da validade do documento de viagem registrado no pedido.

Saiba mais sobre como vai funcionar o ETIAS em 2023.

Como solicitar o ETIAS?

O sistema ETIAS funciona de maneira simples e prática. Para solicitar, o viajante precisa apenas preencher um formulário online em poucos minutos. Veja abaixo o passo a passo para saber como tirar o visto ETIAS:

  1. Acesse o portal do ETIAS;
  2. Preencha o formulário online com seus dados pessoais e de viagem;
  3. Efetue o pagamento da taxa do ETIAS;
  4. Aguarde a avaliação do sistema ETIAS para o seu pedido;
  5. Verifique no seu e-mail a autorização do ETIAS;
  6. Imprima a autorização e apresente na hora do embarque.

Para usar o ETIAS corretamente, você deve primeiro desembarcar no primeiro país que declarou na solicitação.

Na prática, quem está planejando viajar pela França, Itália e Portugal e informou que o primeiro país que vai viajar é a França, deve desembarcar em um aeroporto francês.

Após isso, você pode viajar por qualquer outro país da Zona Schengen por até 90 dias. Mas é preciso ficar atento, pois alguns países da Europa estão fora dessa região e você não pode informá-los na sua autorização do ETIAS.

quem precisa de ETIAS em 2023

Como preencher o formulário?

Em média, o formulário ETIAS poderá ser preenchido online em cerca de 10 minutos. Ele estará disponível em um portal que será lançado apenas em 2022. Os viajantes deverão preencher as seguintes informações:

  • Dados pessoais como nome completo, naturalidade e cidadania;
  • Endereço;
  • E-mail e número de telefone;
  • Escolaridade e experiência profissional;
  • Primeiro país da União Europeia que pretende visitar;
  • Histórico médico e de viagens realizadas ao exterior;
  • Antecedentes criminais.

Após preencher o formulário, confira se todos os dados estão corretos. Em seguida, efetue o pagamento da taxa de 7€ e aguarde a confirmação da solicitação.

Caso as informações estiverem corretas e você não apresentar nenhum risco a segurança, você será aprovado.

O sistema ETIAS estará conectado com vários bancos de dados europeus que irão verificar os dados em questão de minutos. Por esse motivo, é importante que os viajantes forneçam informações verídicas.

Caso o sistema identifique um dado falso, a autorização será negada automaticamente.

Nessa situação, o viajante deve entrar em contato com as autoridades para revogar a decisão e ter a chance de informar os dados corretos.

Documentos necessários

Para preencher o formulário, quem precisa de ETIAS precisa apresentar os seguintes documentos:

  • Passaporte válido com até três meses após o período da estadia;
  • Endereço de e-mail para receber a autorização ETIAS;
  • Cartão de crédito ou débito internacional para pagar a taxa do ETIAS.

Para os familiares de cidadãos da União Europeia, podem ser solicitados outros documentos como cartão de residência, comprovante de relacionamento e outras informações.

A autorização do ETIAS será vinculada ao passaporte do viajante. Os brasileiros com dupla nacionalidade, devem apresentar o passaporte usado na solicitação do ETIAS.

Os viajantes que não apresentarem a autorização no embarque, poderá ter a sua entrada negada no país.

Prazo de autorização do ETIAS

Como mencionamos, em apenas 10 minutos você poderá preencher o formulário para solicitar o ETIAS. A resposta da solicitação será enviada diretamente para o e-mail cadastrado entre 24 a 48 horas.

Contudo, caso seja verificada alguma irregularidade, o prazo pode ser maior e durar até 72 horas. Por esse motivo é indicado que os viajantes solicitem o ETIAS com no mínimo duas semanas de antecedência.

Dessa forma, se houver algum problemas o viajante terá tempo para solucionar.

E como mecionamos anteriormente, o ETIAS será válido por três anos ou até o final da validade do documento de viagem registrado no pedido.

Quanto custa?

Quem precisa de ETIAS não precisará desembolsar um valor alto para emitir a autorização.

O ETIAS custará apenas 7€ por aplicação para viajantes maiores de 18 anos, com isenção de taxas para solicitantes menores de idade.

A taxa poderá ser paga por cartão de débito ou crédito logo após a finalização do formulário. O pagamento é condição para que a solicitação seja avaliada pelo governo.