ETIAS para viajar pela Europa: quem deve solicitar e como obter o seu

Fazer um tour pelos países da Europa é a viagem dos sonhos de muitos brasileiros. No entanto, para tornar esse sonho realidade, é preciso providenciar passagens, acomodação, passeios e, claro, os documentos certos. A partir de 2023, o ETIAS para viajar pela Europa será obrigatório para os vários estrangeiros com destino ao Velho Continente. 

Para ajudar você a planejar a sua viagem, preparamos o artigo abaixo com informações sobre quem precisa do ETIAS, como solicitar o documento, quais as taxas e validade da autorização. Confira! 

Quem precisa de ETIAS para viajar pela Europa?

O ETIAS para viajar pela Europa deve ser solicitado pelos cidadãos dos 62 países não pertencentes à União Europeia. Sobretudo, por aqueles estrangeiros que, atualmente, podem viajar sem visto para os países do Espaço Schengen por até 90 dias. 

A regra entrará em vigor em 2022, com a implantação do sistema online e fiscalização nas fronteiras e aeroportos europeus. Portanto, durante esse ano, o ETIAS será facultativo para os viajantes pois será um período de adaptação para as autoridades europeias.

Mas, em 2023, o ETIAS será obrigatório para os estrangeiros que irão viajar a turismo, negócios ou trânsito pelos países do Espaço Schengen. Assim, quem não apresentar uma autorização válida, corre o risco de ter sua entrada negada no país. 

Para facilitar, confira a lista dos países que precisam pedir o ETIAS em 2023

  • Albânia;
  • Andorra;
  • Antígua e Barbuda;
  • Argentina;
  • Austrália;
  • Bahamas;
  • Barbados;
  • Bósnia e Herzegovina;
  • Brasil;
  • Brunei;
  • Canadá;
  • Chile;
  • Colômbia;
  • Costa Rica;
  • Dominica;
  • El Salvador;
  • Geórgia;
  • Granada;
  • Guatemala;
  • Honduras;
  • Hong Kong;
  • Israel;
  • Japão;
  • Kiribati;
  • Macau;
  • Macedônia;
  • Malásia;
  • Ilhas Marshall;
  • Ilhas Maurício;
  • México;
  • Micronésia;
  • Moldávia;
  • Montenegro;
  • Nova Zelândia;
  • Nicarágua;
  • Palau;
  • Panamá;
  • Paraguai;
  • Peru;
  • Saint Kitts e Nevis;
  • Saint Lucia;
  • Saint Vincent;
  • Samoa;
  • Sérvia;
  • Seychelles;
  • Singapura;
  • Ilhas Salomão;
  • Coreia do Sul;
  • Taiwan;
  • Timor Leste;
  • Tonga;
  • Trindade e Tobago;
  • Tuvalu;
  • Ucrânia;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Estados Unidos da América;
  • Uruguai;
  • Vanuatu;
  • Venezuela.

Confira também a lista dos países que exigem o ETIAS e como solicitar o visto. 

Brasileiros precisam?

Sim, os brasileiros precisam tirar o ETIAS para viajar pela Europa. O Brasil mantém acordo diplomático com o Espaço Schengen, então por isso o país foi incluído na nova regra da Comissão Europeia junto aos outros países. 

É importante lembrar que essa mudança só será obrigatória em 2023. Até lá, os brasileiros poderão viajar pela União Europeia sem necessidade de visto.

Além disso, terão o direito de circular pelos países portando o passaporte. Mas é claro, o quanto antes você solicitar o ETIAS melhor. 

Crianças precisam?

Sim, as crianças também estão na lista de quem precisa do ETIAS para viajar pela Europa. Nesse caso, os pais ou representantes legais são os responsáveis por solicitar a autorização de viagem.

O visto, provavelmente, será vinculado ao passaporte dos pais e no documento do menor de idade. A boa notícia é que a taxa do ETIAS será isenta para os menores de idade. 

Quem tem cidadania europeia precisa de ETIAS?

Os cidadãos europeus são dispensados de solicitar o visto e, por isso, podem continuar circulando livremente entre os países do Espaço Schengen. Contudo, com a saída do Reino Unido da União Europeia, é importante ficar atento sobre como serão as regras do ETIAS para os britânicos. 

Embora não seja obrigatório, quem tem dupla cidadania pode solicitar o ETIAS para viajar pela Europa. Nesse caso, a autorização será vinculada ao seu outro passaporte e terá validade de três anos ou até quando a validade do documento terminar. 

Entenda como funciona o ETIAS para Itália e planeje sua viagem. 

Tenho visto, preciso de Etias para viajar pela Europa?

Não é preciso pedir o ETIAS para viajar pela Europa se você tem um visto de permanência para algum dos países do Espaço Schengen. Nas suas viagens pelo continente, basta apresentar o visto para as autoridades da fronteira. 

A exceção da regra é quando o seu visto de permanência expirar. Em situações assim, você precisará solicitar o ETIAS e terá o direito de permanecer por até 90 dias no exterior.

A expectativa é que a autorização seja enviada por e-mail em algumas horas e o próprio viajante possa solicitá-la. 

como solicitar o ETIAS para viajar pela Europa

Saiba mais sobre o novo visto para Europa e esclareça todas as suas dúvidas. 

Como solicitar o Etias para viajar pela Europa?

A solicitação do ETIAS para viajar pela Europa promete ser fácil e rápida. O requerente deve preencher um formulário online antes de embarcar com perguntas pessoais e histórico de saúde, viagens e criminal.

Veja a seguir, o que será exigido no formulário:

  • Nome completo; 
  • Endereço de residência atualizado;
  • E-mail e telefone para contato válidos;
  • Número do passaporte;
  • Histórico de saúde; 
  • Antecedentes criminais; 
  • Histórico de viagens para países em zona de guerra ou deportações;
  • Primeiro país de desembarque e quais países irá visitar. 

As informações enviadas serão analisadas pelos bancos de dados de segurança da União Europeia e da Interpol. O principal objetivo é verificar se o requerente tem um bom histórico e se ele não representa nenhum risco à segurança internacional. 

Se nada for identificado, a autorização de viagem será aprovada e enviada por e-mail para o requerente em algumas horas. A expectativa é que isso ocorra na maioria dos casos. 

Contudo, se os bancos de dados detectarem erros nas informações ou algo muito sério, a unidade central do ETIAS irá verificar o caso pessoalmente.

A recusa do ETIAS para viajar para Europa será informada via e-mail, bem como o motivo da negativa em até 96 horas. O requerente poderá recorrer a decisão. 

Aprenda o passo a passo de como tirar o visto ETIAS a partir de 2022.

Requisitos necessários

Para solicitar o ETIAS, o requerente não precisa enviar uma série de documentos. Pelo contrário, o sistema é 100% online e os documentos que você deve ter em mãos para preencher o formulário são: 

  • Passaporte com validade de no mínimo três meses após a data da saída da Europa;
  • E-mail válido;
  • Cartão de crédito ou débito internacional.

Quanto custa?

A taxa do ETIAS para viajar para Europa é de 7€ (aproximadamente R$40,00) por pedido.

O pagamento deverá ser feito assim que você preencher o formulário e, para isso, basta informar os dados do cartão de crédito ou débito internacional. É importante lembrar que a autorização apenas será analisada após a comprovação do pagamento. 

Ainda, o pagamento da taxa é obrigatório para requerentes entre 18 até 70 anos de idade. Portanto, os bebês e crianças serão isentas da taxa, assim como os idosos acima de 70 anos que pretendem viajar pela Europa. 

Validade do Etias para viajar pela Europa

O ETIAS para viajar pela Europa terá validade de três anos a partir da data da emissão ou até o vencimento do passaporte informado na solicitação. Além disso, com a autorização válida, você poderá viajar quantas vezes desejar pelos países do Espaço Schengen em até 90 dias, dentro do prazo de 180 dias. 

Vou viajar por mais de 90 dias, e agora?

Quem planeja viajar por mais de 90 dias precisa solicitar um visto de permanência no Consulado de algum dos países membros do Espaço Schengen. Existem autorizações específicas para quem deseja morar, estudar, trabalhar e até casar na Europa. Esse tipo de visto tem um prazo limitado e cobre apenas as atividades da sua finalidade. 

Para ficar mais claro, confira a seguir as principais características dos vistos para Europa: 

  • Visto de estudante: destinado para estudantes estrangeiros aprovados em cursos de curta ou longa duração em instituição de ensino europeia. Em geral, ele é válido durante o período do curso e em alguns lugares permite que o estrangeiro estude e trabalhe legalmente no país;
  • Visto de trabalho: indicado para estrangeiros que serão admitidos em empresas com sede na Europa. Para solicitar esse visto, é necessário apresentar o contrato de trabalho e outros documentos que comprovem a contratação. Existem vistos para diferentes ocupações e você pode morar e trabalhar na Europa durante o período do contrato; 
  • Visto de empreendedor: os principais países europeus oferecem visto de empreendedor para estrangeiros. Com ele, é possível abrir uma empresa, startup ou franquia no país. Uma das grandes vantagens é que em alguns países esse visto se estende para os familiares;
  • Visto de investidor: esse visto é indicado para investidores estrangeiros que pretendam comprar imóveis ou ações de empresas europeias. Ele permite que o estrangeiro more no país por um período determinado. 

Dicas finais 

Como você pôde perceber, tirar o ETIAS para viajar pela Europa não será uma tarefa complicada.

Para ser aprovado, basta ter atenção para preencher o formulário corretamente e ter saldo no cartão de crédito para pagar a taxa. Além disso, é importante ter um bom histórico de viagem, sem casos de deportação ou outras práticas ilícitas. 

O ETIAS entrará em vigor em 2022, mas quanto mais cedo você pedir a autorização melhor. Para ficar atualizado sobre as novidades do ETIAS, continue acompanhando os artigos do nosso site