ETIAS para trabalhar na Europa: quais requisitos e como solicitar

Trabalhar no exterior é, sem dúvida, uma experiência profissional única e que abre portas para várias oportunidades. Mas a partir de 2023, quem pretende arrumar um emprego de verão ou temporário no Velho Continente, precisará solicitar o ETIAS para trabalhar na Europa

Acompanhe nosso artigo e saiba mais sobre como solicitar a autorização de viagem, prazos e requisitos para solicitar o ETIAS. Além disso, descubra também como arrumar um emprego de verão nos países europeus. Então, vamos lá?

Posso solicitar um ETIAS para trabalhar na Europa?

Sim, você pode solicitar um ETIAS para trabalhar na Europa desde que o emprego seja temporário e com duração de até 90 dias. Isso porque, essa autorização de viagem permite que o estrangeiro permaneça nos países do Espaço Schengen, sem a necessidade de visto, durante esse prazo. 

De acordo com o site oficial, o ETIAS só pode ser usado para trânsito, turismo e viagens de negócios, mas também pode ser usado para estudar ou trabalhar, desde que as estadias sejam de no máximo 90 dias.

Contudo, essa exigência é apenas para os cidadãos dos 62 países que, atualmente, não precisam de visto para entrar na Europa. Portanto, quem possui cidadania europeia, por exemplo, não é obrigado a solicitar o ETIAS para permanecer no país. 

Posso ir como turista com o ETIAS e procurar trabalho na Europa?

Como mencionado anteriormente, com o ETIAS é possível permanecer legalmente na Europa por até 90 dias em um período de 180 dias dentro do Espaço Schengen. A autorização de viagem pode ser aplicada para fins de trânsito, turismo ou negócios, portanto, não funciona como um visto oficial de trabalho.

Nesse período, você até pode arrumar um emprego temporário no país, mas desde que respeitada a duração do ETIAS. Caso você pretenda ficar por um período maior e trabalhar na Europa, deve solicitar um visto de trabalho específico no país em que se encontra.

Alguns países europeus abrem vagas de empregos temporários durante as férias de verão e até o inverno. Em geral, as oportunidades de trabalho são para cargos simples como garçons, atendentes, babás, dentre outros. 

Certamente, eles são uma boa oportunidade para quem deseja ter uma experiência de trabalho no exterior e ganhar dinheiro nesse período. Contudo, com o ETIAS você poderá apenas aceitar empregos com duração inferior a três meses. 

O que fazer se eu conseguir trabalho? Como trocar o visto ETIAS por um visto de trabalho?

Quem conseguir um trabalho de longa duração, deve consultar a Embaixada ou Consulado do país desejado e solicitar um visto específico, seja de trabalho ou residência. Além disso, nele serão informados todos os requisitos para solicitar o visto de permanência.

Esse procedimento deve ser realizado antes da permissão do ETIAS para trabalhar na Europa expirar. Caso contrário, você pode ficar de um a cinco anos banido da União Europeia por permanecer com a autorização vencida.

Visto Schengen

Diferente do ETIAS, que é uma autorização eletrônica de viagem, o Visto Europeu precisa de pelo menos seis semanas para ser solicitado. Por isso, caso tenha conseguido um trabalho e pretenda morar na Europa, é preciso ter o visto de trabalho apropriado.

Para isso, você deve se dirigir até o Consulado/Embaixada do país em que pretende trabalhar e apresentar os documentos solicitados.

Posso usar o ETIAS para trabalhar durante o verão na Europa?

A princípio, para trabalhar durante o verão na Europa, não é preciso solicitar o ETIAS. Isso acontece porque os brasileiros podem permanecer por até 90 dias em qualquer país pertencente ao Espaço Schengen, legalmente sem solicitar o visto de trabalho.

Contudo, a partir de 2023, será obrigatório solicitar o ETIAS para trabalhar na Europa durante o verão por até 90 dias. Vale lembrar que alguns países não fazem parte do Espaço Schengen, tais como a Inglaterra. Nesses casos, é preciso pedir um visto específico e visitar o site do consulado do país antes de fazer a viagem.

Como funciona o trabalho de verão na Europa? 

O verão europeu, que compreende os meses de julho até meados de setembro, é a estação de alta temporada no continente. Período no qual os países recebem o maior número de turistas e também quando muitas famílias decidem viajar para aproveitar a estação. 

Para atender essa demanda, muitos hotéis, restaurantes e atrações turísticas oferecem vagas de emprego temporárias. Em geral, elas são preenchidas por jovens em férias e trabalhadores estrangeiros e algumas das vagas de emprego disponíveis são: 

  • Garçons;
  • Atendentes;
  • Recepcionistas;
  • Babás;
  • Guias turísticos. 

Os requisitos de contratação são bem simples e a jornada de trabalho é flexível. Para ser contratado, vale a pena acessar sites de empregos como o Jobsearch, SummerJobs e Worldpackers

Outra forma de conseguir trabalho durante o verão é por meio de grupos no Facebook. Neles, é possível encontrar várias vagas temporárias para brasileiros na Europa. Além disso, ler dicas bacanas de pessoas que já passaram por essa experiência.

Vistos de trabalho na Europa

O visto de trabalho é um documento obrigatório para permanecer no emprego e legalizar sua estadia. Para tanto, é necessário requisitar uma autorização no Consulado do país, apresentando os seguintes documentos:

  • Comprovante de identidade brasileiro;
  • Passaporte válido, com duração maior que seis meses;
  • Solicitação de visto preenchida e comprovante de pagamento das taxas;
  • Certidão de antecedentes criminais negativa, expedido pela Polícia Federal;
  • Contrato de trabalho ou carta convite da organização;
  • Comprovante de moradia na Europa e de renda;
  • Seguro de saúde e de viagem com cobertura a partir de 30 mil USD.

Vale lembrar que cada país da União Europeia tem regras, exigências e categorias de vistos próprias. Portanto, é importante pesquisar bem sobre o seu destino e obter informações nas embaixadas localizadas no Brasil.

Requisitos para solicitar o ETIAS para trabalhar na Europa

Como solicitar o ETIAS?

A solicitação do ETIAS para trabalhar na Europa pode ser feita através da internet, de uma forma rápida e prática. O preenchimento do formulário online com os dados dos solicitantes leva, em média, dez minutos.

Entre as principais informações exigidas destacam-se:

  • Condições médicas;
  • Antecedentes criminais;
  • Informações sobre sua cidadania;
  • Qual primeiro país que você planeja visitar;
  • Endereço e número de telefone para contato;
  • Formação acadêmica e experiência profissional;
  • E-mail válido para o qual será enviada a autorização;
  • Informações pessoais como nome, data e local de nascimento.

Essa informações são importantes para definir se você é ou não elegível para o ETIAS. Por isso, é importante preencher o formulário de solicitação corretamente e com dados verdadeiros para aumentar as chances da autorização ser aprovada.

Custo do ETIAS

O custo do ETIAS para trabalhar na Europa é bastante acessível. Crianças e menores de 18 anos podem solicitar o visto de forma gratuita. Enquanto isso, os adultos precisam pagar a taxa de 7€ euros (cerca de R$ 46).

O pagamento da taxa pode ser efetuado com cartão de crédito ou débito com bandeira internacional. É imprescindível que a quantia seja quitada o quanto antes, pois o processo de solicitação só inicia após a comprovação do pagamento.

Também é preciso entrar em contato com o seu banco para que o pagamento internacional seja liberado e verificar se sua conta tem saldo suficiente. Caso contrário, a inscrição no ETIAS pode ser colocada em espera.

Quais países exigem o ETIAS?

Os países que compõem o Espaço Schengen exige o ETIAS para trabalhar na Europa. Confira abaixo a lista completa deles:

  • Áustria;
  • Alemanha;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Estônia;
  • Espanha;
  • Eslovênia;
  • Eslováquia;
  • França;
  • Finlândia;
  • Grécia;
  • Holanda;
  • Hungria;
  • Itália;
  • Islândia;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Liechtenstein;
  • Malta;
  • Mônaco;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • República Checa;
  • Suíça;
  • Suécia;
  • San Marino;
  • Vaticano.

Dicas para conseguir a aprovação do ETIAS

O ETIAS para trabalhar na Europa é um mecanismo criado para facilitar e acelerar o processo de entrada de turistas no continente europeu. No entanto, isso não garante que a aplicação seja aprovada pelos órgãos de imigração estrangeiros.

Portanto, uma dica para conseguir a aprovação do seu ETIAS é certificar-se de ter todos os documentos que comprovem seu status perante a lei e indiquem seus objetivos. Isso porque, um dos objetivos da autorização é diminuir os índices de imigração ilegal.

Dessa forma, é possível aumentar as chances da solicitação do seu ETIAS ser aprovado, assim como o seu acesso ao continente europeu para trabalhar.