ETIAS para Malta: entenda como funciona e como solicitar o seu

Malta é um pequeno país europeu que está se tornando um destino popular de muitos brasileiros, especialmente entre estudantes que desejam aprender o inglês. A partir de 2023, no entanto, será obrigatório apresentar o ETIAS para Malta em viagens de até 90 dias de turismo, trânsito ou negócios. 

Acompanhe o artigo abaixo e veja para quem é necessário o ETIAS para Malta, como solicitar o seu e, ainda, dicas para passar tranquilamente pela imigração no país. Vamos lá?

É necessário ETIAS para Malta?

Para quem ainda não sabe, o ETIAS (Sistema Europeu de Informações e Autorização de Viagem) é um sistema 100% eletrônico que vai permitir e acompanhar turistas de países que, atualmente, não precisam de visto para entrar no Espaço Schengen. Aliás, todos os países que compõem o acordo Schengen exigirão o ETIAS a partir de 2023

Malta faz parte do Espaço Schengen desde 2007. Portanto, quem desejar visitar o país para viagens de turismo, trânsito ou negócios, deverá solicitar a autorização de viagem. 

Para quem é necessário?

O ETIAS para Malta é necessário para cidadãos dos 62 países que, atualmente, não precisam de visto para entrar nos países que assinaram o Acordo Schengen. São eles:

  • Albânia;
  • Antígua e Barbuda;
  • Argentina;
  • Austrália;
  • Bahamas;
  • Barbados;
  • Bósnia e Herzegovina;
  • Brasil;
  • Brunei;
  • Canadá;
  • Chile;
  • Colômbia;
  • Costa Rica;
  • Dominica;
  • El Salvador;
  • Geórgia;
  • Granada;
  • Guatemala;
  • Honduras;
  • Hong Kong;
  • Israel;
  • Japão;
  • Kiribati;
  • Macau;
  • Malásia;
  • Ilhas Marshall;
  • Ilhas Maurício;
  • Macedônia (Norte)
  • México;
  • Micronésia;
  • Moldávia;
  • Montenegro;
  • Nauru;
  • Nova Zelândia;
  • Nicarágua;
  • Palau;
  • Panamá;
  • Paraguai;
  • Peru;
  • Saint Kitts e Nevis;
  • Saint Lucia;
  • Saint Vincent;
  • Samoa;
  • Sérvia;
  • Seychelles;
  • Singapura;
  • Ilhas Salomão;
  • Coreia do Sul;
  • Taiwan;
  • Timor Leste;
  • Tonga;
  • Trindade e Tobago;
  • Tuvalu;
  • Ucrânia;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Estados Unidos da América;
  • Uruguai;
  • Vanuatu;
  • Venezuela.

É importante acompanhar o site oficial do ETIAS porque, até o lançamento do sistema, mais países podem ser adicionados à lista.

Regras de vistos para Malta

Dependendo do propósito de sua viagem à Malta, serão exigidos diferentes tipos de vistos para cada situação. Se você pretende visitar, estudar ou trabalhar permanentemente e viver lá permanentemente, você deve solicitar um visto específico.

De forma geral, os documentos exigidos para o pedido de visto de Malta são:

  • Formulário de pedido de visto de Malta, preenchido completamente;
  • 2 fotos em formato de passaporte;
  • Seu passaporte e cópias de seus vistos anteriores – válidos por pelo menos três meses após a data de retorno. O passaporte deve ter pelo menos duas páginas em branco;
  • Uma cópia de sua reserva de passagem de volta;
  • Confirmação de seguro médico de viagem com cobertura mínima de 30.000 € em Malta e em todo o Espaço Schengen,
  • Uma carta de apresentação de visto informando o objetivo da visita à Malta e o itinerário de viagem;
  • Reserva de passagem aérea  (se aplicável);
  • Prova do estado civil;
  • Comprovante de acomodação para toda a sua estadia em Malta;
  • Provas de meios de subsistência – para Malta esse valor deve ser de 48 € / dia para o período de estadia. 

Por outro lado, em casos de viagens para turismo, negócios ou trânsito com menos de 90 dias, você pode solicitar o ETIAS para Malta. 

Solicitar o ETIAS para Malta

Critérios para solicitar o ETIAS para Malta

Assim como em outros países, o ETIAS para Malta foi criado com o objetivo de combater o terrorismo e a imigração ilegal. Por isso, para que o ETIAS seja concedido, é preciso que o requerente atenda alguns requisitos

  • Ser cidadão de um dos países mencionados acima;
  • É preciso ter um passaporte válido;
  • Possuir cartão de crédito ou débito para pagamento da taxa;
  • E-mail válido.

E não é só isso. Você não pode representar uma ameaça aos cidadãos europeus ou turistas. Por isso, todos os dados  inseridos no formulário de inscrição serão amplamente verificados para que o ETIAS seja aprovado. 

Formulário

Para solicitar o ETIAS para Malta, você deve ir ao site oficial e preencher o formulário online com algumas informações pessoais como: 

  • Nome completo, local e data de nascimento;
  • Endereço residencial atual e telefone para contato;
  • Número do Passaporte;
  • Informações sobre os pais e cidadania;
  • Informação de saúde;
  • Antecedentes criminais;
  • Informações sobre formação acadêmica e experiência profissional. 

Além disso, não se esqueça de colocar que Malta será o primeiro país  do Espaço Schengen a ser visitado. 

O formulário pode ser preenchido rapidamente e o processo leva alguns minutos. No entanto, você deve  ter muito cuidado. As informações inseridas serão verificadas em amplos e modernos bancos de dados e apenas após a verificação da sua veracidade é que a autorização será concedida via e-mail.

ETIAS é obrigatório: saiba quem deve solicitar a autorização de viagem.

Documentos para Malta

Como mencionamos anteriormente, um dos principais motivos para a criação do ETIAS é a segurança de cidadãos e turistas no Espaço Schengen. No entanto, segurança não quer dizer burocratização. 

Entre as principais vantagens  do ETIAS para Malta, está a praticidade para conseguir a autorização para entrar no país. 

Sendo assim,  para solicitar o ETIAS para Malta, todo o processo será online e não será necessário anexar nenhum documento pessoal. Você deve ter apenas:

  • Passaporte com validade mínima de seis meses a partir da data de chegada, de preferência biométrico;
  • Um cartão habilitado para compras internacionais de débito ou crédito para pagamento da taxa de 7€ (aproximadamente R$46);
  • Um e-mail válido, para autorização de viagem será enviada.

No momento do embarque é preciso de atenção para que não falte alguns documentos. Além da autorização de viagem, deve ser apresentado o mesmo passaporte que foi usado para a solicitação, já que eles ficam vinculados. 

Também devem ser apresentados no embarque:

  • Seguro viagem, obrigatório para países Europeus;
  • Comprovantes de hospedagem ou carta-convite;
  • Comprovações financeiras;
  • Passagem de retorno. 

Isenção de visto ETIAS: entenda o que é e como funciona a taxa.

Como é passar pela imigração em Malta

Ao chegar em Malta, passar pela imigração costuma ser um processo tranquilo e rápido. Será necessário que você apresente os documentos mencionados acima, como o passaporte e seguro viagem. 

Nem sempre esses documentos serão pedidos pelos oficiais na imigração em Malta, mas os tenha em mãos para caso eles peçam. 

Além disso, algumas perguntas podem ser feitas como:

  • Por que você escolheu Malta para visitar?
  • O que você planeja fazer em Malta?
  • Onde vai se hospedar no país?
  • O que você faz no Brasil?
  • O que você fará depois de retornar ao Brasil? 
  • O que o pai/mãe (quem sustenta/quem mora junto no Brasil) faz?
  • Conhece alguém em Malta?

Para que você passe pela imigração em Malta de forma tranquila e sem complicações, tenha calma ao responder as perguntas. Elas não são feitas porque desconfiam de você, mas sim porque é um procedimento padrão. 

Também, nunca minta! Por mais inofensiva que a mentira pareça ser, fale sempre a verdade para que você não caia em contradição. Além disso, pesquise antes de viajar e mostre para os oficiais da imigração que você conhece o país. Essa atitude costuma ser bem vista. 

Só para Malta ou para outros países?

Atualmente, somente os países do Espaço Schengen exigem a inscrição no ETIAS antes de viajar. Portanto, além de Malta, para entrar em outros 25 países será obrigatório a autorização de viagem, são eles:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Estônia;
  • Espanha;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Hungria;
  • Holanda;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Letônia;
  • Liechtenstein;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Mônaco;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal
  • República Checa;
  • San Marino;
  • Suécia;
  • Suíça.
  • Vaticano.

Após passar pela imigração em Malta, com seu ETIAS e passaporte em mãos, você pode conhecer os outros países dessa lista, desde que o total da viagem não seja de 90 dias. Além disso, seu ETIAS e passaporte devem estar dentro do prazo de validade

Dicas Finais

Quem é cidadão de um dos 62 países que precisarão do ETIAS para Malta, a partir de 2023, deve se atentar aos critérios para fazer sua solicitação. Além disso, tenha muito cuidado ao preencher o formulário online para que nenhuma informação esteja incorreta e sua autorização de viagem seja negada. 

Outra dica importante é se atentar ao limite do seu cartão para o pagamento da taxa, que é feito em Euros. Além disso, para que não ocorram imprevistos de última hora, solicite o seu ETIAS com antecedência.