ETIAS para Leste Europeu: veja como irá funcionar a autorização de viagem

A partir de 2023, o ETIAS para Leste Europeu será obrigatório para cidadãos de 62 países que, atualmente, não precisam de visto para entrar no Espaço Schengen. A autorização será válida para viagens de até 90 dias de turismo, negócios ou trânsito com o objetivo de tornar ainda mais segura as viagens para viajantes e moradores.

Acompanhe o artigo abaixo e confira porque será obrigatório solicitar o ETIAS para o Leste Europeu. Ainda, descubra para quais países a autorização de viagem não será necessária. Vamos lá?

O Leste Europeu

O Leste Europeu é formado por países localizados no centro do continente europeu. O termo se refere a uma série de países com trajetórias históricas e culturais diferentes dos países da Europa Ocidental. 

Portanto, os seguintes países fazem parte do Leste Europeu:

  • Albânia;
  • Bielorrússia;
  • Bósnia e Herzegóvina;
  • Bulgária;
  • República Tcheca;
  • Croácia;
  • Geórgia;
  • Eslováquia;
  • Estônia;
  • Hungria;
  • Kosovo;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Macedônia, República da Macedônia;
  • Moldávia;
  • Montenegro;
  • Polônia;
  • Romênia;
  • Rússia;
  • Sérvia;
  • Ucrânia.

Tipos de visto ETIAS: quais são e como solicitar o seu.

É necessário o ETIAS para o Leste Europeu?

O ETIAS (Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem) é um sistema 100% eletrônico destinado para cidadãos de 62 países que, atualmente não precisam de visto para entrar no Espaço Schengen. No entanto, com a mudança nas regras, a partir de 2023, quem quiser visitar qualquer país do acordo Schengen precisará do ETIAS.

Como alguns países do Leste Europeu também fazem parte do Espaço Schengen, também será necessário o ETIAS, são eles:

  • Eslováquia;
  • Estônia;
  • Hungria;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Polônia;
  • República Tcheca;

Por outro lado, o ETIAS para o Leste Europeu não será necessário para os demais países do bloco. 

Motivos da necessidade

Em suma, o principal objetivo do ETIAS para Leste Europeu é combater e auxiliar na detecção de crimes terroristas e imigração ilegal nesses países e em outros que compõem o Espaço Schengen. 

Esta autorização tornará a viagem para o Leste Europeu mais fácil e proporcionará uma experiência mais segura para turistas e habitantes locais. Além disso, outras vantagens são os procedimentos reduzidos e menor burocracia na obtenção de autorização para viajar entre países europeus. Assim como também vai melhorar a gestão das fronteiras dos países do Espaço Schengen.

Saiba tudo sobre o ETIAS, o novo visto para Europa.

Regras de vistos no Leste Europeu

Se você deseja visitar algum país do Leste Europeu por um período maior que 90 dias, será preciso solicitar um visto específico que permita sua permanência legal. 

De forma geral, procure sempre informações sobre o destino que deseja visitar no Leste Europeu para garantir que sua viagem vai transcorrer sem maiores problemas. Apesar de haver uma certa homogeneidade em toda a Europa, cada país tem suas próprias regras de visto. 

Em geral, para conseguir um visto são necessários os seguintes documentos:

  • Formulário de pedido de visto;
  • Duas fotos de passaporte;
  • Passaporte ou documento de viagem, com pelo menos duas páginas em branco. Ele deve ter sido emitido nos últimos 10 anos e válido por, pelo menos, mais seis meses após a data planejada de saída do Leste Europeu;
  • Cópias de vistos anteriores, quando possuir;
  • Cópias das reservas de passagens de ida e retorno (não pode estar em branco);
  • Carta de apresentação indicando o objetivo da visita ao país do Leste Europeu;
  • Itinerário de viagem;
  • Confirmação de seguro viagem;
  • Prova de reserva de estadia ou carta-convite que quem for lhe hospedar;
  • Prova de meios financeiros suficientes para o período de permanência na Europa. 

Veja o passo a passo completo de como tirar o visto ETIAS.

E se for para outros países no Leste, vou precisar de outro visto?

O ETIAS para o Leste Europeu é necessário apenas para os países que também fazem parte do Espaço  Schengen. Portanto, quem deseja visitar algum país que não faz parte do acordo, não será necessário o ETIAS. 

Dessa forma, é preciso se atentar às regras de vistos para brasileiros em cada um desses outros países. 

Critérios, requisitos e formulário

O ETIAS para Leste Europeu foi criado, principalmente, para garantir a segurança dos cidadãos e turistas. Sendo assim, quem deseja solicitar a autorização de viagem precisa atender a certos requisitos. São eles:

  • Fazer parte de um dos 62 países que, atualmente, não precisam de visto para entrar nos países do Espaço Schengen;
  • Ter um passaporte válido por pelo menos seis meses a partir da data de chegada (identificação biométrica é o mais recomendado);
  • Possuir cartões de crédito ou débito com autorização para compras internacionais  e limite para pagamento da taxa;
  • Ter um e-mail válido, para onde será enviada a autorização de viagem;
  • Pagar a taxa de 7€ (cerca de R$46,00), que deve ser paga por adultos entre 18 e 69 anos. Crianças menores de 17 anos e maiores de 70 anos devem solicitar autorização, mas essa taxa é isenta.
Formulário ETIAS para Leste Europeu

Formulário

O pedido do ETIAS para o Leste Europeu será um processo online, rápido e prático. Estima-se que deverá levar cerca de dez minutos para preencher o formulário online com informações sobre cada solicitante, mas que podem mudar de acordo com seu país de nascimento.

Geralmente, as informações pedidas são:

  • Informações pessoais como nome, data e local de nascimento;
  • Informações sobre sua cidadania;
  • O endereço e o número de telefone para contato;
  • Um e-mail válido para o qual será enviada a autorização;
  • Formação acadêmica e experiência profissional;
  • Qual primeiro país que você planeja visitar;
  • Condições médicas;
  • Antecedentes criminais.

Essas perguntas servem para definir se você é ou não elegível para o ETIAS. Além disso, é imprescindível preencher esse formulário corretamente e com informações verdadeiras para que sua autorização de viagem seja aprovada. 

Também, é importante lembrar que crianças menores de 18 anos precisam que seu responsável legal preencha um formulário.

Documentos para entrar em países do Leste Europeu

Um dos objetivos da criação do ETIAS para Leste Europeu é desburocratizar e facilitar o processo de visto. Dessa forma, não serão necessários longos dias de espera, entrevistas e visitas aos consulados, além da entrega de uma infinidade de documentos. 

Portanto, o passaporte válido para registro no sistema ETIAS é o único documento oficial necessário para solicitar a autorização de viagem. Além disso, você também precisa fornecer um endereço de e-mail e ter um cartão de débito ou crédito para pagar a taxa de inscrição.

Para sua segurança, o sistema prefere passaportes biométricos porque são mais seguros, mas isso não é obrigatório.

No momento do embarque, além do ETIAS em mãos, é importante não esquecer outros documentos que costumam ser necessários para os viajantes, que são:

  • Seguro de viagem com cobertura mínima de 30 mil euros, obrigatório para entrar em países Europeus;
  • Passagem de retorno em mãos;
  • Comprovante de hospedagem;
  • Dinheiro suficiente para toda a estadia.

Como é passar pela imigração em países do Leste?

Como dissemos anteriormente, não são todos os países do Leste que fazem parte do Espaço Schengen. Portanto, passar pela imigração pode ser diferente em cada um. 

Para os países que fazem parte do Acordo e que necessitam da apresentação do ETIAS, as viagens entre eles serão tratadas como domésticas e não é necessário passar pela imigração em deslocamentos entre eles. Sendo assim, no primeiro país, você deverá apresentar sua autorização de viagem e o passaporte. O documento deve ser o mesmo usado para solicitar o ETIAS para Leste Europeu, já que ficam vinculados.

Após passar pela primeira imigração, no país de destino indicado na solicitação do ETIAS, a viagem entre os estados-membros do Espaço Schengen é livre. No entanto, fique com seu passaporte em mãos porque ele pode ser solicitado. 

Já para os países que não fazem parte do Espaço Schengen, será preciso passar pela imigração e apresentar todos os documentos e visto necessário para entrar em cada um deles, de acordo com as regras locais. 

Sendo assim, se você visitar um país do Leste Europeu que está fora do Espaço Schengen, você terá a experiência de imigração novamente. Porém, se você decidir retornar para um país em que o ETIAS é necessário, você precisará passar pela imigração novamente.

Só para o Leste Europeu ou para outros países?

Além de alguns países do Leste Europeu, quem deseja visitar os outros países que compõem o Espaço Schengen precisará solicitar a autorização de viagem. A lista completa de países que exigem o ETIAS é:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Estônia;
  • Espanha;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Hungria;
  • Holanda;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Letônia;
  • Liechtenstein;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Malta;
  • Mônaco;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • República Checa;
  • San Marino;
  • Suécia;
  • Suíça.
  • Vaticano.

Além disso, é importante saber que ao solicitar o ETIAS para o Leste Europeu, você deve identificar qual será o primeiro país visitado. No entanto, após essa visita, você pode conhecer os outros países que fazem parte dessa lista, desde que dentro da validade de seu ETIAS e passaporte. 

Quais países não exigem o ETIAS

Por outro lado, os países Europeus que não fazem parte do acordo Schengen e não exigem o ETIAS são:

  • Reino Unido;
  • Bulgária;
  • Croácia;
  • Chipre;
  • Irlanda;
  • Romênia.

ETIAS para a Inglaterra: como solicitar e tipos de visto.

Dicas finais

Conhecer o Leste Europeu é o sonho de muitos brasileiros e, a partir de 2023, para que isso aconteça em alguns países, será necessário apresentar o ETIAS em viagens de trânsito, turismo ou negócios. As viagens não podem ultrapassar 90 dias (três meses) e a autorização de viagem deve ser solicitada online e com antecedência.