etias para italia

ETIAS para Itália: entenda como funciona

Descubra as regras do ETIAS para Itália, quais os critérios para solicitar o visto e os documentos necessários. Explicamos tudo.

Quem está pensando em viajar para a Europa precisa estar atento aos novos procedimentos para entrar nos países pertencentes ao Tratado de Schengen. Entre eles, a Itália é um dos principais destinos de brasileiros. Por isso, é importante estar por dentro das novas regras do ETIAS para a Itália.

Acompanhe o artigo abaixo e descubra quais as regras de visto para a Itália, quais os critérios para solicitar o ETIAS e os documentos necessários. Vamos lá?

ETIAS para a Itália: é necessário?

De forma simples, ETIAS é a sigla em inglês para Sistema Europeu de Informações e Autorização de Viagem. O novo visto para a Europa foi criado pela União Europeia visando a defesa e soberania dos territórios. O intuito é reconhecer potenciais ameaças entre as pessoas que entram nas nações que formam a Área Schengen.

Assim, o ETIAS para a Itália será indispensável a partir de 2021, quando todas as pessoas que não necessitam do visto para entrar no continente europeu atualmente, terão de conseguir essa autorização de viagem.

Ou seja, o ETIAS para a Itália, e outras 25 nações do Tratado de Schengen, vai assegurar que viajantes à turismo ou negócios possam visitar o país legalmente dentro de um período de 90 dias.

Atualmente, há cerca de 60 países que deverão pedir a autorização para entrar no espaço Schengen. A tendência, no entanto, é que essa norma também seja estendida para outros países a longo prazo.

Países integrantes do ETIAS

Além do ETIAS para a Itália, outros países do Tratado de Schengen também exigem a nova autorização de viagem:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Estônia;
  • Espanha;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Hungria;
  • Holanda;
  • Islândia;
  • Liechtenstein;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Malta;
  • Mônaco;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • República Checa;
  • San Marino;
  • Suíça;
  • Suécia;
  • Vaticano.

Quais países necessitarão de ETIAS para a Europa?

Até o momento, cerca de 60 nações estão aptas para efetuar a solicitação virtualmente, e o Brasil faz parte da lista. Por isso, viajantes brasileiros deverão solicitar o ETIAS para a Itália.

Esse novo sistema vai analisar os turistas antes do embarque, sendo que os dados disponibilizados na inscrição serão analisados e checados por sistemas de segurança.

Vale frisar ainda que o ETIAS pode ser utilizado por um período de até 90 dias para viagens de turismo e negócios. Por isso, quem almeja estudar ou trabalhar formalmente no continente europeu por um período superior a três meses, precisará se candidatar a outro modelo de visto.

visto ETIAS para Italia e outros paises da Europa

A aprovação no ETIAS para a Itália contará com utilização por três anos ou até o vencimento do passaporte, o que suceder antes.

Lista de países que devem solicitar o ETIAS para a Itália

  • Albânia;
  • Andorra;
  • Antígua e Barbuda;
  • Argentina;
  • Austrália;
  • Bahamas;
  • Barbados;
  • Bósnia e Herzegovina;
  • Brasil;
  • Brunei;
  • Canadá;
  • Chile;
  • Colômbia;
  • Costa Rica;
  • Dominica;
  • El Salvador;
  • Geórgia;
  • Granada;
  • Guatemala;
  • Honduras;
  • Hong Kong;
  • Israel;
  • Japão;
  • Kiribati;
  • Macau;
  • Macedônia;
  • Malásia;
  • Ilhas Marshall;
  • Ilhas Maurício;
  • México;
  • Micronésia;
  • Moldávia;
  • Montenegro;
  • Nova Zelândia;
  • Nicarágua;
  • Palau;
  • Panamá;
  • Paraguai;
  • Peru;
  • Saint Kitts e Nevis;
  • Saint Lucia;
  • Saint Vincent;
  • Samoa;
  • Sérvia;
  • Seychelles;
  • Singapura;
  • Ilhas Salomão;
  • Coreia do Sul;
  • Taiwan;
  • Timor Leste;
  • Tonga;
  • Trindade e Tobago;
  • Tuvalu;
  • Ucrânia;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Estados Unidos da América;
  • Uruguai;
  • Vanuatu;
  • Venezuela.

Acordo de Schengen

A Itália está dentro do Espaço Schengen, espaço estabelecido por países da Europa para não existir controle de fronteira ou alfândega.

O controle de cada nação é feito totalmente pelas autoridades locais, que podem fazer uso de regras específicas visando o controle no fluxo de pessoas.

ETIAS para Itália: critérios e requisitos

A permissão de viagem para o Espaço Schengen está acessível para todos os interessados pela internet. Para efetuar a inscrição para o ETIAS para a Itália, basta atender às exigências do novo visto e preencher o formulário online.

Sendo assim, é necessário preencher os seguintes requisitos:

  • Possuir um passaporte com a validade mínima de 3 meses da data de chegada;
  • Ter um cartão de débito ou crédito para pagar a taxa de inscrição;
  • Ter um endereço de e-mail válido para onde será enviada a aprovação do ETIAS.

Formulário de inscrição

Para preencher o formulário, é necessário informar os seguintes dados:

  • Nome completo;
  • Gênero;
  • Data de nascimento;
  • Local de nascimento;
  • Endereço atual;
  • Endereço de e-mail;
  • Número de telefone;
  • Informações dos pais;
  • Passaporte e outros detalhes da nacionalidade.

Na etapa final, haverá diversos questionamentos relacionados a saúde e a segurança, como histórico de antecedentes criminais; informações sobre recusas anteriores de entrada ou ordem de saída do território do Estado membro.

O solicitante precisará fornecer todas as informações e os documentos dentro de sete dias úteis. Em seguida, a Unidade Nacional tem até 72 horas para processar a autorização do ETIAS para a Itália. Em circunstâncias excepcionais, o solicitante poderá ser convocado para uma entrevista no consulado de seu país de residência.

visto ETIAS para Italia formulario online

Taxa do ETIAS para a Itália

Os requerentes do ETIAS para a Itália devem pagar a taxa de 7€ com cartão de crédito ou débito para que a inscrição seja enviada ao sistema. Essa é a última etapa do processo de inscrição e, apenas após avaliação e aprovação dos dados, o novo visto será enviado para o endereço de e-mail cadastrado.

Caso o pagamento não seja concluído com sucesso, ou caso seja negado por algum motivo, a inscrição será colocada em espera até que o pagamento seja realizado. Por isso, é importante que o cartão utilizado não tenha sido bloqueado ou esteja habilitado para realizar pagamentos internacionais.

Análise dos dados

Boa parte das solicitações será processada em uma questão de minutos, sendo verificadas por diversos sistemas de segurança da Interpol, SIS, Vis, entre outros. O ETIAS possui medidas exclusivas de análise e uma lista de alerta. Quando a inscrição for avaliada, o viajante vai receber no seu próprio e-mail.

Caso a solicitação seja rejeitada por algum motivo, pode ser necessário informar mais alguns dados e, nesse caso, o requerente terá quatro dias para providenciar a documentação. Enquanto a autoridade italiana terá um mês para formalizar a sua decisão. Se o ETIAS para a Itália for negado, é possível recorrer.

Documentos para solicitar o ETIAS para a Itália

O único documento exigido para completar a inscrição é o passaporte válido para o registro no sistema ETIAS. Além disso, também será necessário informar um endereço de e-mail e possuir um cartão de débito ou crédito para o pagamento da taxa de inscrição.

Note que o sistema dá preferência para os passaportes biométricos já que eles são mais seguros, mas não é uma obrigatoriedade.

Regras de vistos na Itália

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, os brasileiros não necessitam de vistos por até 90 dias para turismo e negócios até final de 2022. A partir de 2023, no entanto, será necessário solicitar o ETIAS.

Apesar disto, é essencial lembrar que há algumas determinações para a entrada no território italiano.

Passaporte

Para a entrada, estadia ou passagem pela Itália, o brasileiro precisa estar com um passaporte com validade de seis meses no mínimo após a data de ingresso no país.

Recursos financeiros

O brasileiro precisa dispor de recursos financeiros para assegurar o seu sustento durante a permanência na Itália e que possam dar conta de possíveis custos com assistência médica e hospitalar. O país exige cerca de 45€ por dia.

Além disso, o viajante que entrar com mais de R$ 10 mil, ou corresponde em outra moeda, precisa declarar esse montante oficialmente.

Hospedagem

Outro ponto se refere ao lado de estadia. Ou seja, o brasileiro necessita prova a existência de um ponto de hospedagem no país, mostrando um documento de reserva em algum hotel onde permanecerá ou uma carta convite assinada por cidadão italiano.

Passagem de volta para o Brasil

Na hora de entrada na Itália, o turista brasileiro necessita ter a passagem de volta para o Brasil devidamente agendada para um prazo máximo de 90 dias. O ideal é ter essa passagem impressa para poder mostrar às autoridades de fronteira, se pedido.

Lembre-se também do certificado internacional de vacina para febre amarela.

Visto para estudo ou trabalho

O ETIAS para a Itália é válido apenas para viagens com objetivo de negócios ou turismo dentro de um período máximo de 90 dias. Dessa forma, quem pretenda viajar para o país para estudar, trabalhar ou permanecer no país por um período superior deve aplicar para o visto específico.

Portanto, agora que você já sabe o que é e como funciona o processo para conseguir a sua autorização de viagem, aproveite e acesse o site oficial do ETIAS para acompanhar todas as informações sobre o novo visto para a Europa.