ETIAS para Hungria: sabia como solicitar o seu

Atualmente, cidadãos de 62 países que não fazem parte da União Europeia (UE) podem entrar no Espaço Schengen sem precisar de visto. No entanto, essa situação vai mudar, já que será obrigatório solicitar a autorização de viagem ETIAS para os países-membro do Tratado de Schengen, incluindo o ETIAS para a Hungria.

Portanto, a partir de 2023, quem desejar viajar para os países do Espaço Schengen irá precisar solicitar o ETIAS (Sistema Europeu de Informações e Autorização de Viagem), seja para viagens de turismo, negócios ou trânsito. 

Acompanhe o artigo abaixo e confira como funciona a autorização de entrada para a Hungria e outros países da Europa, quais os documentos necessários e os requisitos que você precisa saber antes de sua viagem. 

É necessário ETIAS para Hungria?

A Hungria faz parte do Espaço Schengen, portanto, exige o ETIAS para as pessoas que desejam visitar o país e, atualmente, não precisam de visto. Dessa forma, o ETIAS para a Hungria será obrigatório a partir de 2023, com um ano de período transitório em 2022. 

O ETIAS surgiu com o objetivo de tornar as viagens dentro da União Europeia mais seguras, tanto para o viajante como para os cidadãos europeus. Além disso, a autorização de viagem também serve para controlar o fluxo migratório no país e evitar o terrorismo. 

A autorização também irá reduzir o tempo de espera de procedimentos burocráticos, já que é possível solicitar o ETIAS para a Hungria em poucos minutos e com um preço bastante acessível. 

Quem precisa solicitar o ETIAS para Hungria?

Como já mencionamos anteriormente, o ETIAS para a Hungria é exigido para todos os cidadãos de países que atualmente podem entrar na União Europeia sem necessidade de visto, entre eles o Brasil.

Na lista atual encontram-se 62 países, no entanto, antes de fazer uma viagem para a Hungria, é necessário conferir a lista atualizada. Isso porque ela pode sofrer alterações constantemente. 

Para facilitar, os cidadãos dos seguintes países devem solicitar o ETIAS para Hungria:

  • Albânia;
  • Andorra;
  • Antígua e Barbuda;
  • Argentina;
  • Austrália;
  • Bahamas;
  • Barbados;
  • Bósnia e Herzegovina;
  • Brasil;
  • Brunei;
  • Canadá;
  • Chile;
  • Colômbia;
  • Costa Rica;
  • Dominica;
  • El Salvador;
  • Geórgia;
  • Granada;
  • Guatemala;
  • Honduras;
  • Hong Kong;
  • Israel;
  • Japão;
  • Kiribati;
  • Macau;
  • Macedônia;
  • Malásia;
  • Ilhas Marshall;
  • Ilhas Maurício;
  • México;
  • Micronésia;
  • Moldávia;
  • Montenegro;
  • Nova Zelândia;
  • Nicarágua;
  • Palau;
  • Panamá;
  • Paraguai;
  • Peru;
  • Saint Kitts e Nevis;
  • Saint Lucia;
  • Saint Vincent;
  • Samoa;
  • Sérvia;
  • Seychelles;
  • Singapura;
  • Ilhas Salomão;
  • Coreia do Sul;
  • Taiwan;
  • Timor Leste;
  • Tonga;
  • Trindade e Tobago;
  • Tuvalu;
  • Ucrânia;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Estados Unidos da América;
  • Uruguai;
  • Vanuatu;
  • Venezuela.

Você pode acompanhar novas alterações no site oficial do ETIAS.

paises que exigem o visto etias para Hungria

Regras de vistos na Hungria

Se você ainda não sabe, a Hungria é um Estado-Membro do Espaço Schengen desde 2007. Portanto, turistas que desejam visitar a Hungria e não fazem parte dos países isentos de visto, podem solicitar o Visto Schengen.

Para conseguir um visto na Hungria são necessários os seguintes documentos:

  • Formulário de pedido de visto;
  • Duas fotos de passaporte;
  • Passaporte ou documento de viagem. Emitido nos últimos 10 anos e válido por, pelo menos, mais três meses após a data planejada de saída do país. Também deve conter, ao menos, duas páginas em branco;
  • Cópias de vistos anteriores;
  • Cópias das reservas de passagens de ida e volta;
  • Confirmação de seguro de visto de viagem com cobertura mínima de 30.000€ (cerca de R$172 mil) na Hungria e em todo o espaço Schengen
  • Carta de apresentação indicando o objetivo da visita à Hungria e quanto tempo durará;
  • Prova de reserva de estadia;
  • Prova de fundos suficientes para toda a estadia na Hungria. 

Além disso, dependendo do objetivo da viagem à Hungria, existem diferentes tipos de vistos que serão aplicados à ocasião, como de estudo, trabalho ou moradia permanente. Para cada um deles é necessário solicitar um visto Schengen húngaro diferente. 

Critérios e requisitos

Para solicitar o ETIAS para Hungria, é preciso estar de acordo com alguns critérios. O primeiro deles é ser cidadão de um dos 62 países que precisarão obter a autorização do ETIAS. 

Além disso, também é importante atender aos seguintes critérios:

  • Passaporte com a validade mínima de seis meses da data de chegada. Apesar de o passaporte biométrico não ser obrigatório, ele é considerado uma vantagem por conter mais segurança;
  • Cartão de débito ou crédito para pagar a taxa de inscrição do ETIAS;
  • Endereço de e-mail válido, pois é para onde será enviada a aprovação do ETIAS.

Além dos critérios apontados acima, como o objetivo do ETIAS é tornar essas viagens mais seguras, o turista também não pode representar uma ameaça à segurança dos países visitados. Por isso, a autorização será submetida a uma verificação de segurança detalhada de cada candidato. 

Assim, o sistema da autorização de viagem coletará, acompanhará e atualizará as informações necessárias sobre os visitantes para determinar se é seguro que esse candidato entre na Hungria.

Confira neste artigo o passo a passo de como tirar o visto ETIAS.

Formulário

Para obter o  formulário do ETIAS para a Hungria, o candidato deve entrar no site oficial e preencher as informações solicitadas. O processo de inscrição é bastante simples e prático e pode ser feito em cerca 10 minutos. 

As informações pedidas podem variar de acordo com o seu país de origem. Alguns dados que devem ser fornecidos são:

  • Nome completo;
  • Data de nascimento;
  • Passaporte, preferencialmente com biometria;
  • Informações sobre a sua cidadania e país de origem;
  • Endereço atual;
  • E-mail válido e número de telefone;
  • Educação e experiência profissional;
  • Vínculo empregatício;

Após preencher o formulário, você deve pagar a taxa de 7€ e concluir o processo. Com tudo correto, você recebe sua autorização em poucos minutos no e-mail cadastrado. 

Apesar de nenhum documento, além do passaporte, ser obrigatório, todas as informações preenchidas devem estar corretas e verdadeiras. Pois, durante o processo de autorização, serão verificadas se as informações passadas são verdadeiras, assim como a sua elegibilidade e fatores de risco. Se o sistema pegar inverdades, a autorização será negada. 

É importante ressaltar que menores de idade também precisam do ETIAS para Hungria. O seu responsável legal deve fazer a solicitação. 

Entenda como vai funcionar o ETIAS para brasileiros e solicite o seu.

Validade do ETIAS para Hungria

Após a aprovação do ETIAS para Hungria, sua validade será de três anos ou até o final da  validade do documento de viagem registrado durante o pedido, o que ocorrer primeiro. 

Além disso, após visitar a Hungria como primeiro país de destino, você poderá viajar por outros países-membros que exigem o ETIAS, desde que dentro do prazo de validade da autorização. 

Taxa do ETIAS

Diferentemente de vários tipos de vistos, o ETIAS para Hungria terá uma taxa muito acessível, apenas 7€ para adultos maiores que 18 anos. Além disso, crianças e jovens menores de 18 anos e idosos maiores de 70 anos podem fazer a solicitação gratuitamente. 

Essa taxa poderá ser paga por cartão de débito ou crédito internacional. 

documentos para tirar o visto etias para Hungria

Documentos para Hungria

O intuito do ETIAS para a Hungria também é deixar todo o processo de solicitação mais simples e rápido. Por isso, o único documento que deve ser apresentado é um passaporte válido. Mesmo não sendo obrigatório, o ideal é ele seja biométrico, já que eles são mais seguros. 

Também, o passaporte deve conter:

  • Fotografia digital;
  • Número legível por máquina.

No entanto, como dissemos anteriormente, apesar de não ser obrigatória a apresentação de documentos pessoais, as informações devem ser verdadeiras e precisas, já que o moderno sistema do ETIAS irá verificar dados e pode negar a autorização. 

Só para Hungria ou para outros países?

Assim como já foi mencionado acima, o ETIAS foi criado pela União Europeia como medida preventiva de segurança para proteger os países membros do Espaço Schengen. O acordo foi assinado por 26 países, por isso, além do ETIAS para Hungria, outros países que exigirão a autorização de viagem são:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Estônia;
  • Espanha;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Holanda;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Liechtenstein;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Malta;
  • Mônaco;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • República Checa;
  • Suíça;
  • Suécia;
  • San Marino;
  • Vaticano.

No entanto, também existem os países europeus que ainda não assinaram o acordo Schengen e não exigem o ETIAS que são:

  • Reino Unido;
  • Bulgária;
  • Croácia;
  • Chipre;
  • Irlanda;
  • Romênia.

Dicas finais

Agora você já sabe o que é e como funciona o processo para conseguir o seu ETIAS para Hungria, já pode planejar a sua viagem. Acompanhe o nosso site para ficar por dentro de todas as dicas e notícias e se preparar para suas viagens para a Europa.