etias em 2023

ETIAS em 2023: tudo o que precisa saber

ETIAS em 2023: estava previsto para 2021, mas é em 2023 que o novo visto para a Europa passa a ser obrigatório. Saiba tudo nesse artigo.

A Comissão Europeia lançou um novo sistema eletrônico de autorização de viagem, chamado ETIAS (EU Travel Information and Authorisation System), voltado para visitantes que atualmente não precisam de visto para entrar nos países que fazem parte do Tratado de Schengen. Mas e você sabe como vai funcionar o ETIAS em 2023?

Nesse artigo, vamos falar sobre o ETIAS, a partir de quando passa a ser obrigatório, seu custo, quais os requisitos exigidos e muito mais. Se você está planejando uma viagem para a Europa em breve, não pode deixar de ler.

Quando começa a valer o ETIAS

Os trâmites legais vêm sendo implementados desde 2016 pela Comissão Europeia, porém o cadastro no ETIAS só passará a ser exigido em caráter indispensável a partir de janeiro de 2023.

A partir de 2023, turistas brasileiros e de outros 59 países que até o momento podem entrar no Espaço Schengen sem visto passarão a ser admitidos apenas se tiverem um ETIAS aprovado no momento do desembarque. Lembrando ainda que o ETIAS em 2023 será válido apenas para viagens de lazer ou negócios em um período inferior a 90 dias.

quem precisa de ETIAS em 2023

Caso o motivo seja trabalho e estudos ou viagens por um tempo superior a 90 dias, será necessário requisitar o visto específico.

Quem precisa solicitar o ETIAS em 2023?

Atualmente, cidadãos de países com bom histórico em questões de segurança relacionadas à UE têm acesso isento de visto à União Europeia e aos países membros de Schengen.

No entanto, a UE quer fortalecer sua segurança nas fronteiras, além de rastrear digitalmente os viajantes que entram e saem dos países da UE. Por esse motivo, o ETIAS foi criado.

Veja quais os países cujos cidadãos devem submeter uma aplicação para o ETIAS em 2023:

  • Albânia;
  • Andorra;
  • Antígua e Barbuda;
  • Argentina;
  • Austrália;
  • Bahamas;
  • Barbados;
  • Bósnia e Herzegovina;
  • Brunei;
  • Canadá;
  • Chile;
  • Colômbia;
  • Costa Rica;
  • Dominica;
  • El Salvador;
  • Geórgia;
  • Granada;
  • Guatemala;
  • Honduras;
  • Hong Kong;
  • Israel;
  • Japão;
  • Kiribati;
  • Macau;
  • Macedônia;
  • Malásia;
  • Ilhas Marshall;
  • Ilhas Maurício;
  • México;
  • Micronésia;
  • Moldávia;
  • Montenegro;
  • Nova Zelândia;
  • Nicarágua;
  • Palau;
  • Panamá;
  • Paraguai;
  • Peru;
  • Saint Kitts e Nevis;
  • Saint Lucia;
  • Saint Vincent;
  • Samoa;
  • Sérvia;
  • Seychelles;
  • Singapura;
  • Ilhas Salomão;
  • Coreia do Sul;
  • Taiwan;
  • Timor-Leste;
  • Tonga;
  • Trindade e Tobago;
  • Tuvalu;
  • Ucrânia;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Estados Unidos da América;
  • Uruguai;
  • Vanuatu;
  • Venezuela.

Quem não precisa solicitar o visto

O ETIAS em 2023 tem o objetivo de verificar as credenciais de segurança dos turistas que viajarem com a intenção de permanecer na Europa por 90 dias ou menos, pelos seguintes motivos:

  • fins comerciais;
  • turísticos;
  • médicos;
  • trânsito (fazendo uma conexão para o seu destino final).

Se a sua viagem se deve a motivos de estudar na Europa ou trabalhar na Europa, você precisa solicitar os respectivos vistos, pois o ETIAS só é aplicável para as razões acima. O ETIAS também é dispensável em dois outros casos:

  • Você é cônjuge de um cidadão natural de um dos estados-membros da União Europeia;
  • Ou já possui visto de residência.

Vale lembrar que caso o seu visto de residência expirou e não consiga renová-lo a tempo, será preciso solicitar um ETIAS para entrar no continente europeu.

Países do Tratado de Schengen que exigem o ETIAS em 2023

Os países do Espaço Schengen que exigem a inscrição no ETIAS antes de viajar são:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Estônia;
  • Espanha;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Hungria;
  • Holanda;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Letônia;
  • Liechtenstein;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Malta;
  • Mônaco;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • República Checa;
  • San Marino;
  • Suécia;
  • Suíça;
  • Vaticano.

Por outro lado, os países que ainda não assinaram o acordo Schengen e, por isso, não exigem o ETIAS são:

  • Reino Unido;
  • Bulgária;
  • Croácia;
  • Chipre;
  • Irlanda;
  • Romênia.

Quais os requisitos exigidos?

Os requisitos para solicitar o ETIAS em 2023 são bem simples. Basicamente, o requerente precisa atender aos seguintes critérios:

  • Possuir um passaporte com a validade mínima de seis meses a partir da data de chegada;
  • Cartão de débito ou crédito (para efetuar o pagamento da taxa);
  • Endereço de e-mail válido para onde serão enviadas as informações sobre o processo de aprovação do ETIAS.

Contudo, atenção: seus dados serão encaminhados para a comissão de análise apenas após o registro do pagamento no sistema.

Formulário de inscrição do ETIAS em 2023

Você irá encontrar o formulário de solicitação no site oficial do ETIAS, assim que estiver disponível. Todas as categorias podem ser preenchidas em até 20 minutos, e a aprovação não é difícil, desde que você forneça todas as informações pedidas:

  • Nome completo;
  • Sexo, local e data de nascimento;
  • Endereço residencial no Brasil;
  • E-mail e telefone para contato;
  • Número do Passaporte;
  • Seu nível acadêmico e/ou vínculo empregatício;
  • Dados de parentes residentes na Europa (caso possua);
  • O país pelo qual irá entrar no continente e quais países pretende visitar durante sua estadia.

Com o novo sistema do ETIAS em 2023, também será um requisito para o solicitante responder:

  • Um questionário básico de segurança;
  • Se possui antecedentes criminais;
  • Condições médicas preexistentes.

Ao desembarcar, não esqueça

Ter seu ETIAS aprovado não significa que sua entrada está automaticamente garantida. Além de uma pré-análise, a autorização simplesmente irá acelerar a verificação de dados pelos agentes da imigração.

Portanto leve em sua mala de mão a autorização ETIAS impressa junto com o passaporte e apólice do seguro viagem. Companhias aéreas e marítimas estão autorizadas e irão checar os documentos.

qual o custo do ETIAS em 2023

Qual o custo do ETIAS

Os viajantes que atualmente visitam a Europa sem visto podem entrar nos países membros da UE e Schengen sem custo e sem nenhuma triagem de segurança digital antes de sua chegada à Europa. Porém, isso irá mudar com o ETIAS em 2023.

Mas não se preocupe, não será necessário pagar muito. O ETIAS tem um valor bastante acessível:

  • Adultos (18 anos – ): 7€ (cerca de 31 reais na cotação atual);
  • Crianças (menores de idade até 17 anos): aplicação gratuita.

Pagamento do ETIAS em 2023

O pagamento deve ser feito com o cartão de crédito ou débito (de preferência, com bandeira internacional). É importante quitar a sua taxa o quanto antes, pois o procedimento de solicitação só terá início após a confirmação do pagamento.

Lembre-se de entrar em contato com o banco para liberar o pagamento internacional e garanta que sua conta tenha saldo suficiente. Caso o pagamento não seja concluído, a inscrição no ETIAS será colocada em espera.

Dicas importantes

  • Fique de olho no e-mail: a resposta sobre o seu status será enviada por e-mail;
  • Caso seja aprovado, você receberá sua autorização de viagem ETIAS anexada ao e-mail de confirmação.
  • Caso seja negado, você receberá uma justificativa para a recusa e terá o direito de recorrer. Se preferir, pode solicitar um visto Schengen.

Imprima no mínimo duas cópias e leve-as consigo em todos os lugares que transitar no Espaço Schengen. Seu passaporte e apólice do seguro viagem também.

Seguro viagem continua obrigatório

O seguro viagem é exigência dos países-membros do Tratado de Schengen e continuará sendo obrigatório. Como o ETIAS em 2023 é uma autorização voltada para turistas, não confere direito ao uso do sistema de saúde europeu.

Muitos países exigem a comprovação da aquisição de uma apólice de seguro viagem ainda na imigração e podem até negar a entrada daqueles que não apresentem o documento obrigatório.

Por questões de segurança e para garantir sua entrada na Europa, tenha sua apólice de seguro em sua bagagem de mão.